1. Rinkaku       2. Kiri to Mayu
 
 * Traduções pela equipe do DIR EN GREY Brazilian Street Team | Traduções feitas a partir das letras oficiais *

  

 

Rinkaku

Assim como se contorna a silhueta, os sonhos e o amor tornam-se sem cor
Nossos votos declarando o fim
No campo queimado, eu junto o vazio
Sua pele branca transparente
Eu dedico essas palavras à luz do espírito

Do sonho
Do sonho para o sonho e à estrada de vidro
Mesmo as lágrimas desaparecem do sonho

Do sonho
Despertando nesse mundo do sonho*
Mesmo memórias tornam-se sonhos…

Capturando aquele momento quando ele está prestes a escapar
A batida do coração mostra o caminho
Eu toco a melodia das mentiras
Expressando da maneira mais real que você pode, como um pintor realista.

“Quero que você fique comigo”

Transformando isso em um sorriso

MINERVA

Aqueles desejos espalhados aleatoriamente são apenas um reflexo de fraqueza e nada mais
Eu fico aqui e me pergunto
O que cantarei agora?

“Nem mesmo tendo permissão para desejar algo”

Ei, é sua vez, venha e me pegue**
Você me ouve aplaudindo?
Porque se não ouve, eu o pegarei e irei…

 

Notas da tradução:
* No original em inglês “Awakening into this world from the dream” pode ser interpretado como ” despertar do sonho e acordar nesse mundo” ou “despertar num mundo feito de sonhos”.
** No original em inglês a frase é “Hey tagger, come and catch me”, e refere-se a brincadeira de “Tag” (pega-pega), onde “tagger” é a pessoa que deve pegar os demais.


 

 Kiri to Mayu

Eu a rego
Escuridão na hora da morte

O mundo transitório em constante mudança
Minha existência é o sonho branco, tão maculado

Desapareça

É bom saber o que é o amor
Caminhando tão perto um do outro, pele na pele, que você quase não pode ver

Usando pernas como caules nesse arranjo de flores

Você deve ter visto
Aqueles traços inesquecíveis dos sonhos
Fazendo seu pulso dançar doku-baku-baku* até a morte
E manuseando com delicado cuidado
Erga os cantos da sua boca

E apenas chegue ao fundo

A cabeça pendurada é…「Ideal」

O tímpano engole os sons
Apenas continue me olhando nos olhos
A representação que se acalma vagarosamente é como eu

Sempre traindo e recuando para um espaço vazio que tudo oculta
Isso é felicidade, eu digo, enquanto abro minha mão direita e digo adeus
Tudo fede e é egoísta até a raiz, mais do que imaginei
Um momento de alegria é como a vida de uma única flor

O tímpano engole os sons
Apenas continue me olhando nos olhos
A representação que se acalma vagarosamente
Enquanto você continua a me enganar, você é…

 

Notas da tradução:
* doku-baku-baku (ドクバクバク) é uma onomatopéia que representa o som do bater acelerado/forte/alto do coração. Seria algo como “o bater forte e explosivo”.