(Foto por Victor Nomoto)

O DIR EN GREY adquiriu destaque após suas apresentações em festivais internacionais renomados, resultando em seu reconhecimento tanto pelo público dos festivais, como também pelas outras bandas que dividiram o palco com o DIR EN GREY. Foi através deste reconhecimento que a banda teve a oportunidade de fazer seu primeiro show no Brasil, que aconteceu em novembro de 2009, quando foram convidados para participar do Maquinária Festival com outras bandas famosas: EVANESCENCE, PANIC! AT THE DISCO e DUFF McKAGAN’S LOADED.
O show fez parte da turnê All Visible Things, juntamente com o show no Chile e os demais shows na América do Norte. Embora tenha sido um show rápido devido ao tempo do Festival, o DIR EN GREY tocou grande parte de seu album UROBOROS, e também alguns de seus hits mais antigos, como as músicas Shokubeni, The Final e Obscure.

 

(Foto por ihateflash.net)

Em 2011 o DIR EN GREY anunciou sua nova turnê, AGE QUOD AGIS, após o lançamento do novo album, o DUM SPIRO SPERO. Além do Japão, Europa e da América do Norte, a América do Sul também fez parte desta turnê, abrindo novamente as portas para o Dir en grey no Brasil e no Chile, além de ser a primeira vez da banda no Peru e na Argentina. A banda também fez seu primeiro show no México, seguindo com a turnê para o U.S. e o Canadá.
A turnê AGE QUOD AGIS (NORTH & SOUTH AMERICA) teve início no final de Novembro, no Chile, e foi finalizada apenas no final de Dezembro, em Hollywood, U.S., sendo o Brasil o terceiro país onde a banda passou nesta turnê. O DIR EN GREY tocou quase todo o album DUM SPIRO SPERO, além de algumas músicas dos albuns mais antigos, como Kodou, Rotting Root e Mazohyst of Decadence, para a surpresa dos fãs brasileiros.